Blog

Pequeno guia de viagens para o fim do ano

Planejar uma viagem maior não é uma tarefa das mais fáceis. Desde a escolha do destino até a conferência de todos os documentos e apetrechos necessários, deve-se levar em conta a vontade de todos e uma organização cuidadosa para que os planos se concretizem como o esperado. E para isso é preciso planejamento e organização! Não importa se são férias de julho, férias de verão, inverno, carnaval ou final de ano, o importante é se organizar com nossas dicas.

Escolha do destino adequado para o grupo

Nem toda família é igual, assim como nem todo lugar atende a todos os gostos, não é verdade? Felizmente, o Brasil é repleto de opções para os mais variados bolsos e estilos, fazendo com que, por meio de uma pesquisa ou da indicação de amigos, chegue-se ao destino pretendido atendendo simultaneamente a todas as expectativas. Anote o que é primordial para sua família — se é o conforto ou o agito, dias de sol ou passeios culturais — e escolha a partir daí!

Alternativa para quem curte mais tranquilidade

Se a intenção é se esconder do agito, as cidades históricas do interior de Minas Gerais oferecem pousadas e hospedagens super dignas de conforto de barão. A deliciosa comida mineira e a riqueza cultural das igrejas e construções centenárias completam o charme do passeio. Ouro Preto, Mariana, Tiradentes e Diamantina, por exemplo, possuem esse perfil, que atende às famílias, mas também tem opções muito românticas para viagens a dois.

Clima da sombra e água fresca

sombra-e-agua-fresca

Foto: http://igrejacantareira.blogspot.com.br/

As praias estão entre os destinos mais procurados do verão. Se o plano é viajar no ano novo, praias como Porto Seguro oferecem opções badaladíssimas de festas e eventos tanto para jovens como para casais e famílias. Já para os mais exigentes no quesito estrutura, a praia vizinha, Arraial d’Ajuda, consegue aliar um certo agito com uma vila que é um charme só — ainda repleta de bons restaurantes e um comércio sofisticado. Seguindo nessa direção, o sul da Bahia é conhecido por suas belas praias que mantêm um público internacional fiel, como é o caso de Trancoso e Caraíva, por exemplo. Pousadas e casinhas à beira-mar podem oferecer uma viagem inesquecível, com direito a aplausos ao pôr-do-sol e peixe fresco todos os dias!

Viagem com os pequenos

Viagens com crianças tendem a demandar uma maior estrutura, com passeios menos longos e cansativos e mais cuidados. Se o bebê ainda depende muito do carrinho, por exemplo, escolha um lugar onde ele possa circular tranquilamente ou que não tenha que se fazer trajetos muito extensos ou acidentados demais. Pode-se, sim, escolher as praias, desde que se tenha um suporte mínimo e sombra predominante. Alguns hotéis no sul da Bahia oferecem atividades específicas para crianças, com animadores profissionais e atividades de fazer qualquer pimpolho não querer mais voltar para casa! Se a viagem for de avião, não se esqueça de preparar uma mala com fraldas, certos medicamentos, comidas e alguns brinquedos para o caso de o tédio visitar o pequeno durante o voo. Para os bebês que ainda mamam no peito, é importante que a viagem ofereça condições para que tanto ele como a mãe possam ter tranquilidade suficiente para manterem a rotina de amamentação.

Arrumação da mala

luggage stuffing

Foto: http://smartwomentravelers.com/

Ao contrário do que muita gente pensa, é mais fácil organizar malas coletivas do que cada uma trazer a sua própria! Uma das formas de agilizar essa parte é fazendo subdivisões — como manter uma nécessaire com os itens básicos mais importantes, tais como shampoo e pasta de dentes, por exemplo, evitando o excesso de peso e de bagagem. A economia nesse caso é fundamental, para isso é bom ficar atento ao clima do destino. Afinal de contas, não há necessidade de levar roupas de frio para a praia em janeiro, certo? Um casaquinho mais leve já é suficiente para a ocasião, mesmo que seja por uma semana. Nesses casos, só as crianças menores têm direito a levar algumas peças de roupas a mais, para que pequenos incidentes e imprevistos não estraguem a brincadeira.

Seleção do arsenal eletrônico

Os aparelhos eletrônicos que hoje fazem parte do cotidiano dificilmente são deixados de lado, mesmo nesses momentos de desligamento. Para uma viagem em família, é bom avaliar o que realmente terá uso durante o passeio. Às vezes um computador portátil é utilizado no percurso, mas fica encostado no hotel durante todos os dias de passeio à praia. Assim, um tablet pode ser uma ótima opção de substituição nesse caso. Os aparelhos de MP3 são super indicados, por serem pequenos e super fáceis de guardar. Já a câmera fotográfica é objeto indispensável para registar os bons momentos da família. Certifique-se de que há espaço suficiente no cartão de memória para toda a viagem. Não se esqueça de levar adaptadores, para o caso de as tomadas do destino não serem compatíveis com os modelos dos carregadores.

Adequação do orçamento

orçamento-para-viagem

Foto: https://asiademochila.wordpress.com

Essa é uma parte muito importante da viagem, afinal, é necessário escolher um destino adequado ao orçamento da família. Assim, separe os valores por partes, de acordo com os gastos com transporte, hospedagem, alimentação, passeios e, por fim, compras. Definir quanto se quer gastar por dia é uma forma muito eficiente de dividir esse orçamento. Separe um dinheirinho extra caso surja algum imprevisto ou apareça uma compra que não estava nos planos. Não se esqueça de checar o limite e o desbloqueio dos cartões de crédito, no caso, por exemplo, de destinos internacionais.

Reserva antecipada de atrações

Caso o destino escolhido seja concorrido, vale a pena dar uma pesquisada antes para já entrar em contato com agências de venda ingressos ou de passeios a fim de garantir o lugar de todos. Nesse caso, é possível que haja também algum desconto para a compra de pacotes maiores, já que promoções são muito comuns nessa época do ano. Não deixe de perguntar ao agente sobre as condições de pagamento oferecidas e sobre a retirada dos ingressos ou a garantia dos lugares no passeio.

Checklist de documentos

Na hora de sair de casa, é preciso conferir todos os documentos e autorizações necessários. Para as viagens com menores de idade desacompanhados de algum dos pais, por exemplo, é preciso que se carregue uma autorização com firma devidamente reconhecida, caso o destino seja internacional. Já para dentro do Brasil, é necessário somente a apresentação de RG ou algum outro documento que comprove a filiação. No geral, evite sair de casa sem uma identidade com foto — carteira de motorista, de identidade ou, se for o caso, passaporte — e seus cartões de convênio médico, afinal, precaução é o melhor remédio!

Agora é só aproveitar! E se ainda ficou alguma dúvida sobre como assegurar a segurança de sua família durante a viagem, confira nosso post e sane qualquer pendência antes de sequer pensar em arrumar as malas! Escolha a pousada certa e boa viagem! Só não se esqueça de voltar aqui para deixar seu relato sobre a experiência, viu?

Foto capa: http://sincorgo.com.br/

Acrescente seu comentário...