Blog

Onde se divertir em Serro

Serro é uma cidade pequena, não tem opções de baladas, mas nem por isso o turista deixa de se divertir. As festas locais garantem o agito dos moradores e visitantes. E os museus também prometem uma boa diversão. Confira abaixo nossas dicas para aproveitar o que há de melhor nessa cidade. 

Onde se divertir em Serro

Carnaval

onde-se-divertir-em-serro-carnavalFoto: http://www.otempo.com.br/

Serro é forte em festas religiosas, porém o carnaval também é forte na cidade. Seu rios e cachoeiras fazem a alegria de turistas e moradores durante o dia. E os desfiles dos blocos “Rela”, “Vai Quem Quer”, “Galera da Festa”, “Gambá”, “Magrellus”, “Cirrose” e “Tô Doidão” tornam a vida noturna em Serro mais agitada nesse período.

Festa do Cavalo

Desde 1989, essa Festa acontece em Serro no primeiro final de semana do mês de maio, no Parque de Exposições, palco de concursos de marchas, rodeios, de shows de artistas sertanejos, cavalgadas e da eleição da Rainha – tudo isso faz parte da programação da Festa do Cavalo, que é uma das mais importantes do calendário de Serro.

Festa do Queijo

onde-se-divertir-em-serro-festa-do-queijoFoto: http://selodabufala.com.br/

Essa Festa celebra o queijo, produto mais representativo da cidade, primeiro a ser considerado patrimônio imaterial do país, e também reconhecido como patrimônio cultural brasileiro. Ela acontece na última semana de setembro. Estão incluídos em sua programação shows de artistas sertanejos, concursos de queijos, exposições e leilões de animais. Os momentos mais esperados dessa Festa são o “Baile do Queijo”, com a eleição da “Rainha do Queijo”, e a “Noite do Queijo e Vinho”.

Igreja do Bom Jesus do Matosinhos

O turismo religioso não pode ficar de fora de nenhum roteiro de cidades brasileiras. Quase não existem informações sobre a edificação da Igreja do Bom Jesus do Matosinhos. No entanto, uma teoria aceita é de que as Irmandades de Nossa Senhora das Mercês e de São Benedito estiveram envolvidas na sua construção. Mas, segundo considerações do historiador Raimundo Trindade, o primeiro passo foi dado pelo tenente José Ferreira, no ano de 1781. Já o historiador Aires da Mata Machado afirma que esse templo começou a ser construído em 1785.

Festa do Rosário de Milho Verde

onde-se-divertir-em-serro-festa-do-rosárioFoto: www.serro.mg.gov.br

A data da celebração dessa Festa é móvel, isto é, ela pode acontecer no final de setembro ou no início de outubro. Grupos de congado participam da Festa do Rosário de Milho Verde, dançando e cantando em dialetos africanos, além de tocarem instrumentos do continente africano. Essa festa religiosa é a mais tradicional do distrito de Milho Verde.

Mansão do Barão

O local, construído na segunda metade do século 19, foi a residência de Francisco José de Vasconcelos Lessa, o Barão de Diamantina. Mas esse grandioso sobrado foi reformado para nele poder ser instituído um estabelecimento educacional.

Casa de João Pinheiro

onde-se-divertir-em-serro-Casa de João PinheiroFoto: www.viaggiando.com.br

Trata-se de um sobrado do século 19 que tem preservadas as características arquitetônicas dessa época. Nessa casa nasceu João Pinheiro da Silva, um dos mais influentes políticos de Minas Gerais, figura importante nos primeiros anos da República. O local foi doado pela família à prefeitura e transformado em Biblioteca Pública Municipal e Jardim Infantil.

Encontro Cultural de Milho Verde

Esse Encontro ocorre em Serro desde o ano 200, na terceira semana do mês de julho. Atividades artísticas e culturais gratuitas garantem a diversão durante os sete dias de evento.

Chácara do Barão do Serro

onde-se-divertir-em-serro-Chácara do Barão do SerroFoto: panoramio.com

Está localizada nas proximidades da Igreja do Bom Jesus de Matosinhos. Quem vai para essa Chácara, saindo da Praça João Pinheiro, tem que seguir sentido Igreja Matriz de Serro e descer a ladeira da Matriz.

Cachoeira da Cascatinha

A natureza também é um ponto forte em Serro. Dentre as suas muitas cachoeiras, visite a Cachoeira da Cascatinha, que fica a 5 km do centro da cidade. Você deve seguir até a saída para Diamantina, chegando no Bar do Jú, vire à direita e, logo depois do reservatório da COPASA, vire novamente à direita. E então siga pela estrada não pavimentada por mais de 800 metros até chegar a essa cachoeira.

Foto capa: https://i.ytimg.com/

Acrescente seu comentário...