Blog

Sua próxima parada: Catas Altas

A 120 km de Belo Horizonte, no pé da Serra do Caraça, Minas Gerais reserva uma surpresa para quem ama o ar bucólico e tranquilo das cidades interioranas mineiras: Catas Altas. A cidade possui várias opções para passeios na natureza, ecoturismo e claro, o melhor da gastronomia mineira!

Apesar de pequena opções do que fazer em Catas Altas não faltam. Com aproximadamente 5.512 habitantes, a cidade é uma ótima opção de turismo para curtir passeios ecológicos, lindas pousadas, delícias culinárias, ecoturismo, um bom vinho, além das histórias contadas pelo povo mineiro.

Divisa com os municípios de Santa Bárbara, Mariana e Alvinópolis, você pode chegar até a cidade pela rodovia BR-381 e, em seguida, pelas MGs-436 e 129. Confira as dicas que preparamos sobre a sua próxima parada: Catas Altas em Minas Gerais!

História de Catas Altas

Por volta de 1964, com a descoberta de ricas minas auríferas, teve início a formação do povoado que deu origem ao atual município de Catas Altas. A cidade ganhou esse nome, pois os melhores garimpos (que significa catas) localizavam-se nas partes mais altas da região.

Durante o ciclo da mineração, Catas Altas foi um importante arraial de Minas Gerais, mas com o esgotamento das minas ficou quase abandonado. Com a chegada do Monsenhor Manuel Mendes Pereira de Vasconcelos, em 1868, as pessoas aprenderam a cultura de subsistência e a viver em comunidade. Algum tempo depois, após encontrar uma muda de videira americana na casa de um amigo, Monsenhor decidiu produzir também o vinho utilizado nas missas locais.

A partir daí, Monsenhor ensinou como plantar as videiras e toda a cultura para a produção de um bom vinho. Não foi necessário muito tempo para que Minas Gerais ficasse conhecida pela produção de seus vinhos, inicialmente de uva e posteriormente de jabuticaba, um dos maiores atrativos do local.

catas-altas-mg

Foto: www.skyscrapercity.com

Situada aos pés da Serra do Caraça, Catas Altas integra o Circuito do Ouro e possui uma das 21 maravilhas da Estrada Real chamada “Bicame de Pedras”, um aqueduto construído pelos escravos em 1792, que ainda possui 400 metros preservados dessas ruínas. Hoje, Catas Altas vive da mineração de ferro e do turismo, prezando pela sustentabilidade com harmonia entre renda, economia e qualidade de vida.

Festa do vinho: evento imperdível em Catas Altas

Famosa pela produção de vinhos, principalmente de jabuticaba, Catas Altas organiza, há mais de 13 anos, a Festa do Vinho, celebrando a cultura e a história da cidade. Os visitantes têm a oportunidade de conhecer os produtores e o processo de produção do vinho, além de, claro, degustá-los enquanto passeiam pelas adegas.

A festa também apresenta o Circuito Cultural, com vários artesanatos da região que encantam as pessoas durante o passeio. O Circuito Gastronômico também faz parte da comemoração, e conta com cinco restaurantes, além de diversos pratos deliciosos preparados com o ingrediente típico do local: a jabuticaba.

Diversas atrações musicais também animaram os dias de festa, além do desfile, da coroação da rainha e das princesas do vinho. Programe-se para curtir a próxima edição da Festa do Vinho de Catas Altas que ocorre, geralmente, em maio!

Delícias de Catas Altas

Além das delícias da Festa do Vinho, você também pode provar essa tradicional bebida da região acompanhado de uma boa comida mineira no restaurante “Histórias Taberna”.

Quem prefere a cerveja, não pode deixar de conhecer a “La Violla Brasserie”, que conta com mais de 200 cervejas artesanais no cardápio, além de uma gastronomia sofisticada, com pratos deliciosos.

la-violla-brasseria-catas-altas-mg

Foto: www.tripadvisor.com.au

Passeios ecológicos e muita diversão em Catas Altas

Curte diversão em meio a natureza? Então esse é mais um motivo para conhecer Catas Altas e região. Você pode fazer vários passeios pelo circuito entre as Serras do Caraça e da Piedade, que engloba as cidades de Catas Altas, Santa Bárbara, Barão de Cocais e Caeté.

“Bicame de Pedras” é um roteiro histórico, com cerca de 20 km e lindas paisagens margeando a Serra do Caraça. Outra opção é o caminho que vai até o “Morro D’Água Quente”, onde existe uma fonte natural de águas termais, represas e cachoeiras. Esse passeio tem duas versões, uma de 13 km e outra de 17 km.

bicame-pedras-catas-altas

Foto: www.descubraminas.com.br

O “Aquário Caminho de Brumal” é o roteiro mais atrativo para quem curte passeios ecológicos. Com cerca de 30 km de percurso até as fronteiras da RPPN – Santuário do Caraça, este longo e belo caminho oferece muitas opções de entretenimento, como cachoeiras, caminhadas e “escalaminhadas” ao pico Catas Altas, além de terrenos para pilotagem de quadriciclos.

Vale ressaltar que caso você não seja um aventureiro experiente, contratar um serviço de passeio guiado é muito importante para a sua segurança, além do conforto. Para esse acompanhamento, a empresa “Carrinho das Pedras – Passeios guiados em quadriciclos”, que fica na Rua Nossa Senhora do Carmo, 210, em Catas Altas, é uma excelente opção.

Para agendar o seu passeio, você pode entrar em contato pelo telefone (31) 7123-8693 ou enviar um e-mail para [email protected] Quer saber mais sobre a empresa e conferir as fotos desses roteiros? Confira a página da empresa no Facebook.

E aí, curtiu as dicas que preparamos sobre Catas Altas? Opções do que fazer e pousadas em Catas Altas não faltam! De todas as opções de entretenimento e passeios, qual você mais gostou? Conte para nós aqui nos comentários! Se você já visitou a cidade, deixe as suas dicas!

Foto: http://pt.wikipedia.org/wiki/Catas_Altas

Acrescente seu comentário...